Super 8 - Ou "Depois do papelão de Lost, próximo filme de J.J. Abrams vai te chocar"

24 posts / 0 new
Último post
quase nada
Foto de quase nada
Super 8 - Ou "Depois do papelão de Lost, próximo filme de J.J. Abrams vai te chocar"

Muito cuidado, esse projeto é secreto e há casos de pessoas que morrem 2 dias depois de ver o trailer.

"Super 8"

 

 

 

 

agraciotti
Foto de agraciotti

sei não hein...repetindo o apelo de Cloverfield (um monstro que ninguém sabe como se parece) e já tem CGI demais.

Prefiro Lost. :P

 

--------------------------------------

https://soundcloud.com/cellardoorbr

Leão da Barra
Foto de Leão da Barra

quase nada wrote:

há casos de pessoas que morrem 2 dias depois de ver o trailer.

Vou assistir. Se acontecer algo comigo até segunda-feira, deixo meu Wii para o quase nada.

--------

Falta de Esculhambação

 

quase nada
Foto de quase nada

Broxei forte.

Vai ser um desses filmes bregas tipo ET, com muitas crianças, cenas bonitas e babaquices morais estilo al gore/matt damon "não coma transgênicos, senão vc vira um mutante", "cuide dos mares, senão o tsunami te pega", "proteja as florestas, senão o oxigenio acaba".

Prevejo 43 minutos de muito papo até o acidente, mais 15 até aparecer o alien. No fim aquele garotinho vai dar uma bitoca na garotinha (ao som dos Smiths) e a mensagem final será alguma metáfora envolvendo xenofobia e tortura (comparando os aliens aos árabes e a área 51 a guantanamo). comparação que não faz o menor sentido (até pq não existem aliens bomba), mas a crítica vai adorar, 87% no rotten.

Odiei.

 

Ray J
Foto de Ray J

Trailer oficial de Super 8. Boto muita, mas muita fé.

Saudações
Ray Jackson

Guybrush Threepwood
Foto de Guybrush Threepwood

Parece uma mistura de E.T. com Guerra dos Mundos. Ainda não me convenceu, mas vou assistir no cinema mesmo assim.

Dré
Foto de Dré

Super 8, que estréia nesta próxima sexta nos EUA, teve sua data alterada aqui no Brasil: chega só dia 12 de agosto.

quase nada
Foto de quase nada

Já? Vou ver o cam pra esses caras deixarem de ser filhos da puta.

quase nada
Foto de quase nada

O monstro é parecido com o do Cloverfield, fotos em breve.  

Livia
Foto de Livia

Sério que ninguém aqui foi ver essa pequena obra prima do cinema?

Tranquilamente filme do ano até o momento, mas ja enra na minha lista de melhores da década tranquilamente

um clima que mistura goonies, indiana jones com et, não tem como dar errado

:)

jj abrans merece um oscar, e tenho dito

 

_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _

And then there was silence...

Dré
Foto de Dré

Eu gostei muito, o filme tem um clima forte de sessão da tarde ( obviamente com um nível de produção bem acima disso ) delicioso, e arrisco dizer que também é a melhor coisa que vi nesse ano.

Pra quem ainda está por fora, a história mostra um grupo de garotos no final dos anos 70 que testemunha um mega ( e bota mega nisso ) acidente de trem enquanto estão fazendo um filme caseiro de zumbis com uma antiga câmera de Super 8 – por isso o título. Claro que a tal câmera filma mais do que devia, incluindo algo muito estranho que saiu do trem. Coincidemente, uma série de acontecimentos violentos começa a rolar pela cidade, o exército aparece, a população entra em pânico e a turma de cineastas amadores sai investigando a relação entre essas situações todas e o acidente.

Mas o destaque não é a ação ou o mistério, mas sim os garotos e a divertida relação entre eles. E nessa hora não dá pra evitar a comparação com Goonies, com cada personagem tendo uma reação típica diante dos acontecimentos, ainda que com um pouco mais de sutileza. Até um romance bem bacana vai se desenvolvendo, principalmente graças à atuação impecável da menina Elle Fanning.

E aqui é legal perceber que o equilibrio entre as marcas registradas tanto do Spielberg ( focando nos personagens, principalmente as crianças, as relações entre eles e com os adultos ) e do Abrams ( nas cenas de ação desenfreadas, beirando o absurdo, mas não deixando de mostrar que o cerne delas são os personagens e nossa preocupação com eles ). De certa forma, parece até que o filme foi feito em quatro mãos, com Spielberg dirigindo a primeira metade e Abrams a segunda, mas cada um interferindo na parte do outro em algum momento.

Ainda que o fator humano faça bonito, o óbvio ponto alto da projeção é a cena do acidente do trem – que, num ano de Transformers, Harry Potter e muitos outros filmes calcados nos efeitos especiais, acabou sendo a coisa mais impressionante da temporada, tanto visual ( mesmo no escuro da cena ) quanto sonoramente ( aqui é Oscar, sem dúvida ). Quem diria que trens podem voar...

O único grande porém chega apenas na reta final e aqui não dá pra falar sem o infalível spoiler:

Spoiler: Highlight to view
Ainda que não seja, e de forma proposital, o destaque do filme, a criatura que sai do trem acaba sendo uma decepção, tanto em formato – já que só aparece em cenas noturnas e não conseguimos visualizar sua forma com clareza, lembrando o Cloverfield do próprio Abrams – quanto seu desenvolvimento: se no início ela é violenta e ameaçadora, a descoberta do que ela busca e o próprio confronto final com os meninos acaba sendo uma decepção. Como escrevi lá em cima, parece que Abrams começou a rodar a cena e Spielberg finalizou, de forma boba e meio preguiçosa, ecoando demais ET e Contatos Imediatos do Terceiro Grau, eliminando toda a tensão. Seria mais digno nem mesmo mostrar a criatura, deixando que o espectador testemunhe apenas seus estragos. Ou talvez mostra-lá somente nos créditos finais, com as imagens capturadas pela Super 8 dos meninos durante o acidente.

E as cenas dos créditos finais – que demoram um pouquinho pra aparecer – são imperdíveis.

Enfim, pra que não é muito chegado em nostalgia, Super 8 pode ser meio batido, já que lembra alguns filmes bem conhecidos - ainda que numa mistura impecável, que vai dar gosto aos cinéfilos. Mas além de ser uma das raras não-continuações de 2011, é tão legal ver um filme de ficção onde você não apenas se preocupa com os personagens, mas quase vira parte da aventura com eles.

Livia
Foto de Livia

Concordo com tudo que o dré disse

a elle fanning rouba o filme pra ela, um exemplo é quando ela maquiada de zumbi pergunta como um zumbi deve agir, e no minuto seguinte ela está simplesmente assustandora, um zumbi perfeito.

 

_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _

And then there was silence...

Livia
Foto de Livia

Fora a parte que ela "atua" pela primeira vez, ela faz todos os meninos se emocionarem, e os "meninos" do lado de cá da tela também...

 

 

_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _

And then there was silence...

Dré
Foto de Dré

Livia wrote:
Fora a parte que ela "atua" pela primeira vez, ela faz todos os meninos se emocionarem, e os "meninos" do lado de cá da tela também... 

Excelente essa cena. Na hora veio um "puta que o pariu, quem é essa menina??"... Ela é destaque do elenco, que não é fraco - até aquele cara que fazia o Early Edition ( aqui interpretando o pai policial do personagem principal ) mostra uma boa atuação.

Livia
Foto de Livia

Dré wrote:

Livia wrote:
Fora a parte que ela "atua" pela primeira vez, ela faz todos os meninos se emocionarem, e os "meninos" do lado de cá da tela também... 

Excelente essa cena. Na hora veio um "puta que o pariu, quem é essa menina??"... Ela é destaque do elenco, que não é fraco - até aquele cara que fazia o Early Edition ( aqui interpretando o pai policial do personagem principal ) mostra uma boa atuação.

ele faz friday night lights, q é uma série muito boa

esse putaqueopariu, quem é essa menina me veio exatamente assim na cabeça naquela hora

dizem que no filme novo da sogia copolla ela dá um show também

bem mais talentosa que a irmã

:)

 

_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _

And then there was silence...

Livia
Foto de Livia

 

_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _

And then there was silence...

Livia
Foto de Livia

 

_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _

And then there was silence...

matozo
Foto de matozo

Apesar do clima "sessão da tarde com dinheiro" o filme é bem divertido mesmo.

Tem umas piadas que funcionam muito bem. Até o romance funciona bem.

O som, principalmente no momento do acidente do trem, é espetacular.

A atuação da criançada é excepcional. A Fanning dá um show a parte, mas os outros moleques não ficam muito atrás não. O maquiador-modelista (Joel Courtney) é muito bom.

Também concordo que o final não foi à altura do restante do filme (que passou extremamente rápido, o que pra mim é um indício de filme bom).

O único problema foi que eu fui assistir o filme sem muita informação prévia e tava esperando um filme um pouco menos focado nas crianças. O que não desmerece o filme, mas pra quem esperava algo menos infaltil tipo Cloverfield assistir 112 minutos de algo bem "ET + Goonies" acabou estragando um pouco a experiência. 

 

 

agraciotti
Foto de agraciotti

Adorei tb:

http://www.outernative.blog.br/wordpress/?p=2190

 

--------------------------------------

https://soundcloud.com/cellardoorbr

quase nada
Foto de quase nada

agraciotti wrote:

Adorei tb:

http://www.outernative.blog.br/wordpress/?p=2190

Teu blog é muito ruim. Me deu até agonia.

 

agraciotti
Foto de agraciotti

quase nada wrote:

agraciotti wrote:

Adorei tb:

http://www.outernative.blog.br/wordpress/?p=2190

Teu blog é muito ruim. Me deu até agonia.

 

eu sei. vc já falou isso. obrigado :)

 

--------------------------------------

https://soundcloud.com/cellardoorbr

Stryder
Foto de Stryder

A primeira metade do Super 8 é muito boa. A segunda metade é banal, o que me irrita em dobro, porque eu tava adorando o filme.

 

 

Spoiler: Highlight to view
Coisas idiotas/banais/mal executadas:

1 - Na hora em que o pai da menina vê o monstro levando ela eu tive vontade de me suicidar daquele jeito que o Didi Mocó faz, porque eu sabia que o filme ia dar um jeito de transformá-lo no Bêbado-Que-Vê-Algo-Fantástico-E-Ninguem-Acredita. O bom é que eles não insistiram nisso e o bebum só falou uma vez que ninguém acreditava nele.

2 - O conflito entre os pais das crianças é sem graça e a forma como ele é solucionado é ridícula. "Foi um acidente.", "Eu sei".

3 - A revelação do monstro deveria ter sido feita ao mesmo tempo tanto para os meninos quanto pra gente, através da filmagem dos garotos. Uma vez que eu já sabia do que se tratava, quando os garotos viram o que tinha na filmagem eles só confirmaram o que a gente já sabia, tirando toda a potencia da cena que poderia ter sido a melhor do filme.

 

Edit: A família Fanning vai rivalizar com a família Culkin pro prêmio de Família Cujas Crianças Nascem Sabendo Atuar?

quase nada
Foto de quase nada

Review Definitivo:

Apesar do orçamento modesto tem efeitos tão bons quanto os dos que custaram mais de 100 milhões (ou melhor, não tem, pois o ET só aparece de noite, ao contrário do mega showdown de 40 minutos do transfomers 3, do Thor tretando com o Destrutor ou Harry Potter ownando Lord Bodegão, todas essas cenas à luz do dia).

O Rubens Ewald tbm percebeu uma coisa gritante, as crianças estão bem ruins, os mais simpáticos não são os protagonistas. A irmã da Dakota (a Piroka) fez um papel excelente no Somewhere, minimalista, mas aqui ela parece uma fembot, meio exagerada e careteira, meio "adultinha" (tipo atriz mirim da Record), a cena da Zumbá ficou levemente patética (minha empregada faz uma zumbi melhor que ela). Já o outro garoto do cabelinho bonito deve ser sobrinho do Spielberg (ou do Keanu Reeves), pois ele faz a mesma cara o filme inteiro, até na hora do choro. Por mim o protagonista seria o garoto loko das pirotecnias insanas, até o gordinho é melhor que o casalzinho.

Esse filme não é tudo isso que falam, o problema de filmes "homenagem" é que basta ser feito pras pessoas gostarem. Os longínquos anos 80's já têm sua tropa de "tiozinhos" (28 anos pra cima). Tem gente que goza quando vê um carinha escutando walkmen com fita k7, mas pra maioria aquilo é tipo um nada. O cinema moderno é feito pensando na garotada de 15 anos, tipo, conheceu a loirinha? Come a rosquinha. O Alien é do mal? Quebra-lhe o pau.    

Nota leiga: 9,5

Nota real: 7,3

 

Guybrush Threepwood
Foto de Guybrush Threepwood

Concordo totalmente com o Dré. O primeiro ato do filme é sensacional, resgata os filmes de aventura de década de 80 perfeitamente, até o logotipo da Amblin antes do filme teve... mas no segundo ato acaba virando um Cloverfield com crianças. Entendo até o final daquele jeito como necessário, mas o tempo de filme podia ter se dedicado mais a parte da aventura e menos a parte do monstro.

Mesmo assim, foi uma tremenda nostalgia, adorei. Mas pra mim o melhor filme do ano ainda é o Rango.