Tutorial profissional - 10 maneiras de fazer um filme polêmico.

8 posts / 0 new
Último post
quase nada
Foto de quase nada
Tutorial profissional - 10 maneiras de fazer um filme polêmico.

Olá.

Em homenagem ao início do Festival de Cinema do Rio darei um workshop sobre cinema profissional. Vamos aos cinco primeiros passos. Bloquinho na mão e atenção, anota senão tua burrice denota.

Porém, antes da lista, vamos definir o que é ser polêmico.

Polêmico é atuar de forma instigante perante os conceitos pré-definidos da sociedade

1

É ser abstrato

1

É ouvir o mundo de outra maneira

1

e encarar a realidade de forma ousada:

1

 

Aprenderam? Então vamos a lista.

1 - Edição e cortes insanos

1

Não interessa se a cena final vem antes da inicial (vide Memento) ou se a cena do ovo vem antes da cena da galinha, se vc quiser um take polêmico, divida a tela e mostre, simultaneamente, uma galinha botando um ovo ao lado de um ovo botando uma galinha. Se perguntarem o significado da cena, fala qualquer coisa, faz cara de transgressor (para isso vc vai precisar de um daqueles óculos do vocalista do Linkin Park) e diga que é uma crítica ao cinema novo, inventa que é o 'cinema ovo'.

 

2 - Poetismo de sangue

1

Por incrível que pareça, a poesia, principalmente em filmes violentos, tem um efeito devastador, pois a crítica vai pensar que vc é um poeta da escuridão, um darth vader das metonímias iradas, um cara que usa capuz, curte incenso, usa luz indireta, frequenta essas casas que vendem gnomo, tem gato preto e bebe sangria enquanto joga Dragon Ages Origins (no hard [e sem nenhum healer no grupo]). Esse ar "violento, poeta e misterioso" fará com que o filme ganhe status de "esquisitaço". Meninas estudantes de cinema te convidarão para a night. Quem sabe alguma loira do manequim pequeno te peça dicas.

 

3 - Mulher pelada, berbigões, pirocas, bananas.

1

1

Exemplo: Maria está na sala de estar, de repente, ela olha pra janela, faz cara de desonesta e vai pra varanda tirar a roupa. Se fosse uma cena do canal da playboy vcs não estranhariam, mas a cena narrada é do filme Babel, suposto filme sério, mas que utiliza essa nudez completamente desnecessária e odiosa. Pra que a japa foi tirar a roupa? Só pra mostrar as partes cabelosas? To nem ai pra esse tipo de polemica, nessas horas sou eu que baixo a calça.

 

4 – Masturbação.

1

Falando em bater uma, filme polêmico tem que ter punha. Tomemos como exemplo Happiness, do excelente Todd Solondz, onde o Philip Seymour Hoffman toca uma de forma didática (embora não explícita), voando suco de graviola até a parede. Agora vamos pra outro filme, ken park, do sem-vergonha Larry Clark, cineasta odioso que utiliza uma cena na base da sacanagem. Ambos os filmes só são conhecidos por tais cenas. Sexo não choca tanto, exceto o explícito, como no Nine Songs. Outro tema cabeloso é incesto masculino, tipo, o pai comendo o filho, nossa, fico indignado com essas coisas, mas quando é um incesto feminino, tipo, duas irmãs... uma tia boazuda com a sobrinha punk... A mãe cherosa com o filho sapeca... Pq não? Eu aprovo.

 

5 - Boiolismo agudo insinuante.

1

Imagine filmes como Star Wars e A Bela Adormecida. Filmes normais, que poderiam ser assistidos por qualquer criança antes da aula de equitação. Agora bote um personagem gay, como um Luke kywalker ou uma Princesa Lésbica. Viram só? Temos um filme polêmico e proibido para menores de 18 anos sem fazer o menor esforço. Se no Brokeback Mountain os caras fossem héteros, ninguém daria bolas.

Amanhã teremos a parte final da aula, fortes emoções, pessoas serão banidas.

Bennett
Foto de Bennett

Estou esperando a aula de hoje e os inevitáveis banimentos.

quase nada
Foto de quase nada

Sexta-feira me deu uma crise de coco mole, a 2° parte da aula de cinema profissional foi transferida pra terça.

quase nada
Foto de quase nada

Continuando a aula.

 

6 - Histórias incompreensíveis, obscurebismo.

1

O obscurantebismo (ou obscurebismo) é uma forma alternativa de polemizar um filme. Gosto desse método, sempre me indago se aquilo tudo fez sentido. Um exemplo de final obscureba é o do remake do Planeta dos Macacos, já o discutimos até sair sangue dos dedos, mas no fim das contas sabemos que o Tim Burton tirou aquele final bem do olho do cu, ne não? Nada a ver o Abraham Lincon macaco, tem presidente mais macaco que ele. O obscurebista é uma variação menos sangrenta do Poeta de Sangue (vide item 1 da primeira aula). É o cara metido a gótico, mas que até curte uma sopinha de galinha caipira; metido a maligno, mas que usa plax para manter o hálito sempre fresco e saudável. Um exemplo de obscurebista: David Lynch, cheio de manias, estranho, mas adora passear com a filhota.

 

7 – Política, Religião e demais cabelosidades.

1

1

Tática clássica, pois não precisamos nem ver o filme para opinar. Por exemplo, já sabemos como acaba um filme de guerra feita por esquerdistas: o cara fica paralítico, morre com a cabeça explodida ou ganhando uma medalhinha enferrujada, vide Platon e Nascido em 4 de Julho. Já os filmes de guerra direitistas acabam com final feliz, cheio de vietcong e nazista com a boca cheia de bala, vide Bastardos Inglórios e Rambo. Um dos maiores babacas é o Oliver Stone (o otário fez uma biopic do Hugo Chaves e agora vai atrás do Fidel Castro). Eu sinto cheiro desses filmes de esquerda de longe. Isso só me faz boicotar o filme, mas não boicotar a polêmica. Exemplo: Não vi o filme do Lula mais sei do fundo do coração que é ruim.

 

8 - Violência absurda mumificante irada e proibitiva.

1

1

Nada mais chamativo do que a violência pura (não confunda com a poesia de sangue, que é outra coisa). O problema é que nada mais choca o público do terror. Ontem mesmo eu tava vendo o Brutes and Savage e a primeira cena é o cara degolando um bicho do mato, sei lá o nome do bicho, mas nessa mesma hora me indaguei "será que já começou A Fazenda?" Pois pra mim a briga entre a Monique Evans e aquele traveco é mais chocante e divertida. O pessoal do terror "terror" meio que não liga pra esse item, nossa raiva é com a paz. Eu me chocaria se num filme de terror alguem abrisse um ONG ou coisa parecida.

 

9 - Nojeiras.

1

1

Tática sem vergonha, mas que tbm funciona. Antes de me aprofundar no assunto vejam essa cena do clássico alemão O Tambor:

Gente, os caras pescam uma enguia usando uma cabeça de cavalo podre, já to passando mal aqui, poxa, no mar tem tanto peixe gostoso, uma piaba frita, um peixe muqueca, filé de merluza com um purê de batata, Tubalhao a Gomes de Sal (muito comum em self services de 3 reais o quilo, daqueles que a gente escuta a esposa pobre gritando pro marido "homi! Vem aqui qui tem bacaiaiu!" malditos pobres que não sabem que de bacalhau aquilo só tem o sal), mas o cara me inventa de pescar logo essas nojeiras. A pior parte dessa cena é quando o pescador mete a mão dentro da boca do cavalo podre e puxa um peixe muito peculiar... O 'linguado'. hiahiahi. Eu já tive um aquário, mas viajei e todos meus peixes morreram, minha mãe disse que colocava comida todos os dias, garanto que ela botava feijão com arroz pros bichos comerem (arroz até que eles comem, mas feijão mata os peixes).

Olha aqui outra coisa sebosa que polemizaria qualquer filme:

1

 

Próxima aula profissionalizante: Como fazer review analisando apenas o pôster.

Abraços.

agraciotti
Foto de agraciotti

gostei do número 6 :)

E gif do número 8 eu queria não ter visto. Não vou dormir mais hoje.

 

--------------------------------------

https://soundcloud.com/cellardoorbr

Dré
Foto de Dré

quase nada wrote:
Próxima aula profissionalizante: Como fazer review analisando apenas o pôster.

Cadê?

Pringles
Foto de Pringles

Tem gifs horriveis nesse topico e o cara reclama dos pivetes namorando?

quase nada
Foto de quase nada

Diz a lenda que o Serguei já comeu o cu de uma árvore.